A Reforma Trabalhista traz uma nova extinção de contrato

[et_pb_section bb_built=”1″ admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_image admin_label=”Imagem” src=”http://www.witt.3mind.club/wp-content/uploads/2018/11/8.jpg” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”left” sticky=”off” align=”left” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_width=”1″ border_style=”solid” /][et_pb_text admin_label=”Texto”]

A admissão por acordo, ou demissão consensual, nada mais é do que uma das novidades trazidas pela reforma trabalhista . Todavia não chega a ser considerada uma novidade nas relações de trabalho.

É que, ates da reforma, estas rescisões aconteciam com mais frequência, contudo, de forma ilegal. Assim , o empregado tinha que devolver / pagar 40% da multa pela dispensa do FGTS ao empregador.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Open chat