União Estável: como dissolver?

[et_pb_section bb_built=”1″ admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_image admin_label=”Imagem” src=”http://www.witt.3mind.club/wp-content/uploads/2018/08/27.08.2018.jpg” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”left” sticky=”off” align=”left” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_width=”1″ border_style=”solid” /][et_pb_text admin_label=”Texto”]

A união estável é uma modalidade informal, necessitando apenas de alguns requisitos: estabilidade; vontade de constituir família; convivência contínua e pública.A dissolução da união estável poderá ocorrer extrajudicialmente, quando houver consenso, ou seja, concordem com a partilha de bens ou guarda de filhos, através de escritura pública feita em Cartório, quando não houver nascituro ou filhos incapazes.

1.Mesmo sendo consensual e no Cartório de Notas, é necessária a presença de um advogado?.

RESPOSTA: Sim!

A morte também dissolve quando subsistir interesses na declaração de existência pretérita da união estável.Ainda, há a dissolução via judicial, quando houver filhos menores ou incapazes, bem como não se chegou a um consenso.

Portanto, tanto a dissolução ocorrendo em Cartório quanto judicialmente, há a necessidade de estarem assistidos por um advogado, garantido que a separação seja benéfica e proporcional para os interessados.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Open chat